sábado, 16 de janeiro de 2010

Dia Triste, Dia de Adeus


Hoje eu liguei para minha mãe para dar uma boa notícia e recebi esta notícia. Nossa cachorrinha havia falecido uma hora antes. Minha mãe ainda estava muito triste.

O nome dela era Sasha, uma cachorrinha muito carinhosa e quieta, que teve uma ótima vida com a gente. Ela tinha aproximadamente 13 anos e passou a viver conosco quando já tinha 3.

Ela apanhava muita da mãe do ex-namorado de minha irmã e se tornou uma cachorrinha medrosa. Quando ia lá em casa, adorava, nunca queria ir embora, até que um dia, ela acabou ficando de vez.

Depois de perdemos um de nossos dois gatos, Sasha passou a morar conosco, quando eu ainda morava no Rio de Janeiro. Já faz uns cinco anos que eu sai de casa e só tinha oportunidade de vê-la quando visitava minha família. Ela estava velhinha, mas ainda gostava de pegar as bolinhas. Sempre me lembro de como brincava com ela e de como a chamava. Era um poodle toy mestiço, com uma cara engraçada.

Ela adorava pegar bolas e ossinhos, adora passear e nunca precisou de coleira. Andava sempre junto dagente. Se adaptou muito bem a nossa casa. Era rabugenta com outros cachorros que queriam fazer bagunça perto dela, mas todos a adoravam porque era meiga e muito carinhosa com as pessoas. Dormia em nossos colos ou braços e toda noite ficava na cama de minha mãe, comigo ou com minha irmã.

No último ano ela teve a oportunidade de morar em uma casa grande, com quintal e não mais em um apartamento. Ela tambem teve vários gatos e outro cachorro como companheiros durante sua vida. Se deu bem com todos eles, mesmo sendo rabugenta quando as brincadeis em grupo começavam.

Acho que demos uma vida legal a ela a patir do momento em que foi morar conosco. Era uma cachorrinha muito legal, da qual eu vou sempre me lembrar. Fica aqui minha homenagem a ela. Espero que esteja bem agora, esteja onde estiver.


Postar um comentário

Outros posts do Cozinha Veg

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...