quarta-feira, 29 de julho de 2009

Desastres Culinários - Sushi Com Arroz Errado

No final de semana eu resolvi fazer rolinhos de sushi (makisushi). Tanto os normais como os invertidos. Só que havia um detalhe. Eu não tinha um arroz japonês e esse era o único mandamento do sushi que eu não havia ignorado.

Na primeira vez que eu fiz os rolinhos saborosos, quando eu ainda comia carne, eu até usei uma faca de serra porque não tinha uma afiada. A coisa ficou ruim, meio serrilhado, mas eu dei um jeito de cortar. Não ficou como agora.

Bom, lá fui eu: limpei bem o arroz, porque o produto nacional é bem mais sujo que o japonês e coloquei para cozinhar. Depois, preparei o molho com vinagre e joguei no arroz pronto. Logo que comecei a colocar na alga e a coisa ficou feia, eu vi que não grudava de jeito nenhum.

Quando eu ia enrolar, a coisa era pior ainda. Normalmente eu faço rolinhos invertidos, mas o arroz simplesmente se soltava da alga. E caia na bancada, ou no chão. Quem adorou foi minha cachorrinha que aspirava tudo que ia pro chão.

Depois de vinte cansativos minutos enrolando alguns rolinhos, decidi não fazer mais os invertidos e fui para os rolos normais. Não melhorou muito. Quando eu ia enrolar, vazava tudo pelos lados. A bancada ficou cheia de arroz e os rolinhos ficavam murchos. Eu tentava espremer o arroz na mão, mas não adiantava, as coisinhas não grudavam.

E minha esposa estava na cama vendo TV e esperando pelos lindos e saborosos rolinhos de sempre. Eu já estava demorando o dobro do tempo, quando resolvi usar a alga inteira para fazer os rolinhos, ao invés de metade. Ai sim eu consegui algum resultado. Consegui enrolar alguns rolos de forma razoável suficiente para cortar depois.

Mas o problema não parou por ai, eu queria fazer o HOT Filadelfia (sem salmão, claro) e só tinha farinha de semolina. Obviamente, a massa de tempurá ficou ruim, mais grossa que o normal. A minha esperança era que ela impedisse o sushi de se desmantelar no corte, mas foi só jogar no óleo fervendo e desmanchou tudo. Foi um desastre completo. Eu tive que comer alguns "hots" com garfo e faca, sem cortar o rolo, porque abriu tudo e o arroz foi embora.

Na hora de cortar, muitos rolinhos foram desfeitos e eu já comi ali mesmo. Ficava só a alga, o tomate seco e o palmito. Para piorar o desastre, eu ainda havia feito mais arroz que o normal, porque queria comer muito sushi, mas eu simplesmente não consegui usar aquilo até o final.

Conclusão: nunca usem arroz Tio Jõao para fazer sushi. É uma péssima idéia. Abaixo, o resultado final da coisa:



Pelo menos, o gosto não era dos piores. Nós e nossa cadelinha conseguimos comer tudo.
Sushi de tomate seco com palmito é muito bom, com rúcula junto também é gostoso. Nos usamos esses ingredientes para substituir o salmão e o kani.
Postar um comentário

Outros posts do Cozinha Veg

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...