quinta-feira, 9 de junho de 2011

Chef black metal vira sensação no YouTube com receitas vegan

Gente que é Black Metal não come carne. Como coração de Javali cru e tira a dentadas, sem faca sem nada. Não compra carne no mercado. Mata o bixo com faca. Tiro é coisa de mocinha. Galera do Black Metal não bebe vinho, chupa sangue. Ouço muito Heavy Metal e esse era o conceito que eu tinha sobre a o povo do Black Metal, principalmente nos países nórdicos.

Para a minha surpresa, vejo no UOL esta notícia que lhes apresento. Um Chef Black Metal Vegan. An? Como assim? Parece que as coisas estão mesmo mudando ao redor do mundo. Esses caras queimam igrejas na Finlândia. De verdade, essa parte não é piada, o resto é.



Bricadeiras a parte, achei muito curioso e quis compartilhar a notícia com todos: Um vídeo em que um chef maquiado e caracterizado com roupas espalhafatosas ensina a preparar um prato oriental vegan embalado por uma trilha sonora black metal vem causando sensação no YouTube e já foi visto por 1 milhão de pessoas.

Daqui para baixo, o que está escrito foi dito pelo UOL e o pessoal que escreve pro UOL não entende nada de Metal, muito menos de Black Metal, existem uns erros conceituais sobre o tema, mas nada que atrapalhe a leitura.

O americano Brian Manowitz, que protagoniza o vídeoThe Vegan Black Metal Chef, quis conciliar duas de suas maiores paixões na vida: a gastronomia e o black metal.

No primeiro e, por enquanto, único vídeo do que pretende ser uma série, Manowitz prepara uma receita vegan do prato tailandês pad thai enquanto lista os ingredientes e o modo de preparo ao som de um acelerado death metal.

Ele aparece caracterizado com roupas de couro e uma espécie de armadura e usa uma maquiagem semelhante à dos integrantes do Kiss ou, para os conhecedores de black metal, similar à do ídolo King Diamond.

Em vez de facas tradicionais, o chef de unhas negras é visto usando adereços mais afeitos ao universo macabro do seu estilo musical favorito, como espadas, adagas e lâminas afiadas, utilizadas para picar alho ou cortar tofu em triângulos, por exemplo.

Ao final, Manowitz diz, cantando, que um ingrediente está faltando, que é ''o calor de Satã''.

Manowitz filma e edita seus vídeos. E é ele também quem compõe a trilha sonora das receitas musicadas, cujos ingredientes e modo de preparo são citados em legendas que ilustram as imagens.

O músico e chef que vive em Orlando, a cidade-sede da Disneyworld, na Flórida, conta ter dado muitas risadas ao preparar o primeiro vídeo e já está se lançando em fazer o segundo da série, que deverá ser mais ousado, já que neste ele irá preparar mais de um prato.

Manowitz afirma que lançou a iniciativa porque desejava mostrar a outras pessoas o que comem os seguidores da dieta vegan - que veta o consumo de qualquer tipo de produto animal.

O chef black metal estudou neurociência comportamental na universidade, mas acabou optando pela música. Ele é engenheiro de som freelancer e integra duas bandas de black metal.
Postar um comentário

Outros posts do Cozinha Veg

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...