sábado, 14 de novembro de 2009

Vaca Pode! Cachorro Não?

Recebi um e-mail interessantíssimo da lista Voadores e vou aproveitar para compartilhar com vocês. O texto não é meu, mas reflete a minha forma de pensar.

-------------------------------------------------------------------

Respeito muito vegetarianos e carnívoros coerentes e conscientes, que não façam
disso uma pregação ou religião. Cada um que coma quem quiser, desde que minimamente consciente de suas opções e implicações. Inclusive éticas, nutricionais e ecológicas.

Dito isso a fuiza de introdução:

Alguém por favor me explica por favor por que raios o povo do país líder mundial em confino, matança e exportação de vaquinhas e franguinhos resolveu condenar tanto a "barbaridade" de meia dúzia de coreanos cometeram com cachorrinhos em seus guetos, restaurantes típicos, dentro de um contexto local que não impõem para nós, nem destroem a selva amazônica para cultivar???

Claro que roubar cães é crime, assim como roubar vacas e porquinhos, crianças ou gatinhos. Claro que qualquer matadouro clandestino de qualquer coisa é questão de Saude Pública. E que leis locais são para ser cumpridas, claro. Mas tudo desse parágrafo vale pra vaquinhas, coelhinhos, peixinhos, cabritinhos, porquinhos, franguinhos e cordeirinhos que comemos também, né?

Então, porque tantos estão se sentindo "desrespeitados culturalmente" devido aos coreanos comerem caezinhos aqui? É porque cães são fofinhos e amiguinhos? Mas crie um porquinho com carinho pra você ver... (quem já o fez relata que são fieis e inteligentes, brincalhões, e muito próximos anatômicamente do homem).

Eu queria entender o principio ÉTICO da turma aqui. A maioria de um pais pode / deve impor suas restrições culturais a minorias? Ate que ponto é respeito, lei, diversidade ou xenofobia? Se os adventistas forem maioria aqui, um espirita comer porco seria desrespeito e abominação?

Questão ética complicada essa da carne do cãozinho. Li argumentos muito curiosos no twitter. Não há resposta certa ou fácil. Mas debater isso pode nos mostrar até que ponto vai nossa tolerância às diversidades, e se abrimos ou não da nossa "ética" quando isso implicaria em rever algo que EU faço (com a vaquinha, por exemplo), mas que prefiro acusar por analogia no ato do outro (que horror, ele come mamíferos peludos fofinhos, e nem é um Coelho).

Projeção esquizoaranoide?

Ou temos o direito de exigir que a mesa do OUTRO, de outra origem e cultura, tenha que respeitar aquilo que EU escolher para comer ou não comer na MINHA mesa, onde jamais o convidamos para se sentar?

É polemico. É ético. Mas vale a pena opinar.

O QUE VOCES ACHAM DESSA QUESTAO DE COMER VACA PODE x COMER CÃO NÃO ???

Láz
-------------------------------------------------------------------
Acho que o autor do e-mail, que se autoentitula Láz, já diz tudo.
Postar um comentário

Outros posts do Cozinha Veg

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...